Floresta da Tijuca – RJ, Surpreenda-se Com a Primeira Floresta Replantada do Mundo.


Floresta da Tiuca
Floresta da Tiuca

Antes de mais nada, precisamos saber o motivo de ter uma floresta da tijuca replantada. Na verdade nas épocas antigas já se via a necessidade de ter um espaço verde em meio tanta construção que viria pelo futuro.

Então, Como a Floresta da Tijuca Formou-se?

No ano de 1861, D. Pedro II designou a Serra dos Órgãos e a Mata Reta, assim como a Floresta da Tijuca e Paineiras, como Florestas Protegidas, iniciando assim um processo de desapropriação de fazendas. Antes de mais nada, o objetivo de promover o reflorestamento e permitir a regeneração natural da vegetação.

Onde Começa A Floresta da Tijuca – RJ?

Antes da idéia de plantar uma floresta no Rio de Janeiro, foi criada pelo Decreto-Lei No. 8246 de 29 de agosto de 1892, que estabeleceu uma área entre 499 e 5000 acres chamada Parque Nacional da Tijuca. Mais tarde passou a ser conhecida como Floresta da Tijuca.

Qual é a idade da Floresta da Tijuca – RJ?

O grande incêndio que ocorreu em dezembro de 1954 destruiu grandes áreas de florestas, deu origem a uma nova legislação para proteger estes ecossistemas.

A flora inflamável quase desapareceu de vista nesta época devido aos incêndios que existiam desde 1930. Foram preservados apenas cerca de 20% da Mata Atlântica.

Foi uma nova oportunidade de replantar a floresta, o que levou a uma recuperação espetacular da vegetação ao longo dos anos.

Antes de mais nada, em 1957, Edson Duarte Ferreira plantou as primeiras mudas da Floresta da Tijuca – RJ.

Já em 1961, cerca de 40 000 mudas de 48 espécies foram transplantadas em diferentes áreas desde o Rio Carioca até o Alto da Boa Vista.

Por fim, em 1962, em 10 de abril. No último dia de Carnaval no Rio de Janeiro, um carro automotriz chegou ao topo do Morro do Corcovado. Por fim, ali uma muda foi depositada, ela havia sido retirada da Floresta da Tijuca – RJ em cima dela.

A árvore tinha três raízes e pesava mais de duas toneladas. Este evento marcou uma nova fase na história do reflorestamento da Floresta da Tijuca – RJ.

Em 1963, cerca de 13.000 mudas foram plantadas para reabastecer áreas que haviam sido danificadas pela vegetação. E muitas espécies não apareceram naturalmente.

Atualmente a Floresta da Tijuca é Aberta ao Público?

Em 1989, uma nova administração assumiu a responsabilidade de administrar a área e em 1996 começou a implementar programas de Educação Ambiental para promover a preservação da Floresta da Tijuca – RJ.

Por Fim, a Floresta da Tijuca no Rio de Janeiro é uma floresta pública com trilhas em uma área de 892 hectares, distribuídas por três municípios: Rio de Janeiro, São João da Barra e Macaé.

Tem uma extensão de 36 km² e seus limites são marcados por várias montanhas. Como a Pedra da Gávea, Pico da Tijuca e Corcovado.

Quanto Custa a Entrada na Floresta?

Antes de mais nada, a Floresta da Tijuca está dividida em quatro seções, que são acessíveis ao público gratuitamente.

Por fim, o tempo necessário para completar todas as quatro seções de trilhas é de cerca de 4 horas.

  • – A Mata Atlântica – Pedra da Gávea
  • – Mata Encantada
  • – Mata das Araucárias
  • – Veredas Encantadas e Sintético Noronha

Que Plantas podem ser vistas na Tijuca?

As árvores: Ipê Amarelo, Pau Rosa, Canela do Nordeste, Jatobá Carioca, Paineira. Tem também arbustos como o jacarandá e o faveleiro.

Entre as plantas nativas estão as seguintes espécies:

Por fim a Cabruca, pequi, angico-vermelho, jacarandá-da-baía, embiribasana e jarana.

A Floresta da Tijuca no Rio de Janeiro está repleta de trilhas que cruzam a Mata Atlântica em várias áreas da cidade.

Entre as atrações estão a Pedra da Gávea, Floresta da Araucária, Trilha da Floresta Encantada de Noronha.

Além destas são trilhas sintéticas que proporcionam uma excelente visão da Baía de Guanabara. Todas as quatro seções são gratuitas para os visitantes.

Quais Bichos têm na Floresta?

Antes de mais nada, os animais mais comuns na Floresta da Tijuca são:

Tatu-galinha, jacaré, preguiça, bugio, macaco guariba ou bugio, macaco-aranha e periquito. Tucano (Ramphastos toc, Funge (Mustela nivalis), Kinkajou (Potos flavus).

Como chegar lá?

O Parque Nacional da Tijuca é muito fácil de encontrar e fica no centro do Rio de Janeiro – RJ.

Os pontos de acesso para os visitantes incluem: A estação Carlos Botelho e Corcovado na Linha 1 do Sistema Metro do Rio de Janeiro; e as estações Tijuca e Casa da Moeda na Linha 2 do Sistema Metro do Rio de Janeiro.

Outra forma de chegar à Floresta da Tijuca no Rio de Janeiro é de carro.

Os pontos de acesso são: Recreio dos Bandeirantes, Estrada da Cascatinha, Estrada do Aeroporto do Galeão, Túnel do Nilo Peçanha.

Para Leste via Jardim Oceânico ou Avenida Infante Dom Henrique; para Sul via Rua Sá Ferreira ou Rodovia Presidente Dutra.

Qual é o melhor momento para ir?

A melhor época para uma visita ao Parque Nacional da Tijuca no Rio de Janeiro é de segunda a sexta-feira, porque os fins de semana e as férias são quando há mais visitantes.

A melhor hora para ir é pela manhã, entre 08h00 e 10h30. Entre 11h30 e 14h00, há muito sol para uma caminhada agradável.

Outra boa opção é antes do pôr-do-sol, quando a temperatura não está muito alta.

Por fim, este foi mais um artigo que fizemos com muito carinho e esperamos que tenha curtido, não deixe de ver mais como esse: